Portal da Cidade Cabreúva

Perigo

Julho foi o ‘mês do incêndio’ em Cabreúva

Apesar da chuva leve de sexta-feira, em 20 dias a cidade contabilizou três incêndios

Publicado em 01/08/2022 às 11:09

Incêndio na Fazenda Santa Elisa (Foto: Defesa Civil )

Nem mesmo a chuva rápida da última sexta-feira (29) foi capaz de impedir que julho fique registrado como o ‘mês do incêndio’ em Cabreúva. É que com a baixa umidade do ar e a estiagem, o risco de queimadas aumentou muito no período. Só em vinte dias de julho a Defesa Civil conteve três focos de incêndio no território cabreuvano.

O último deles aconteceu no dia 27, onde agentes da Defesa Civil e soldados do Corpo de Bombeiros controlaram um incêndio na beira da rodovia Dom Gabriel, após um caminhão, que transportava bobinas de papelão, sofrer problemas mecânicos nos freios que deram origem a uma faísca – e provavelmente deu início ao incêndio.

Antes, em 16 de julho, a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros de Cabreúva e Itupeva passaram mais de 8 horas para controlar e conter um incêndio numa pastagem da Fazenda Santa Elisa. O local é de difícil acesso, o que dificultou o combate às chamas.

No começo do mês, dia 7, a Defesa Civil conseguiu controlar um foco de incêndio na Fazenda Limoeiro. Assim que chegaram ao local, os técnicos identificaram que o incêndio foi provocado por ato criminoso - provavelmente causado por alguém que trafegava pela via perto da Fazenda.

Região

Já na Região Metropolitana de Jundiaí (RMJ), foram registrados 21 incêndios na última semana de julho – sendo 14 em Jundiaí e sete em Várzea Paulista.

Fonte:

Receba as notícias de Cabreúva no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário