Portal da Cidade Cabreúva

Assalto à lotérica

1 homem é preso, e Polícia segue na captura de outros integrantes de quadrilha

Segundo os investigadores, homem lidera quadrilha responsável por série de assaltos na região

Publicado em 09/08/2022 às 14:32
Atualizado em

Objetos apreendidos pela Polícia (Foto: Polícia Civil )

A Polícia Civil de Cabreúva prendeu, na última segunda-feira (8), um homem que é apontado como o líder de uma quadrilha responsável por diversos roubos efetuados no Jacaré e região. Os policiais afirmam que o homem é suspeito de ter participado do assalto à casa lotérica que fica no estacionamento de um supermercado no Boulevard (crime que aconteceu em 2 de agosto).

O investigador Cristiano Almeida informa que, a partir das imagens das câmeras de segurança instaladas nas proximidades da lotérica, a Polícia Civil passou a monitorar alguns suspeitos. A partir de inúmeras provas e elementos obtidos na investigação, a Justiça concedeu o mandado de prisão – cumprido com êxito na segunda-feira (8).


Com esse ‘líder de quadrilha’, foram apreendidos um simulacro de arma, o Celta e alguns objetos dos assaltos que haviam sido realizados. Além da lotérica, a Polícia Civil conta que os mesmos bandidos teriam assaltado uma joalheria, também situada no Jacaré – numa ação que aconteceu em julho, quando foram levados relógios, correntes e pulseiras.

O assalto à lotérica

A lotérica foi assaltada na terça-feira (2), em ação que os investigadores classificaram como “cinematográfica” pela ousadia dos bandidos. Naquele dia, por volta das 13h30, quatro homens invadiram a agência, depois de chegarem em um Celta.


Um dos homens fingiu que estava tendo um mal súbito – o que fez com que a porta que dá para o interior da lotérica fosse aberta para ue os funcionários prestassem atendimento. Nesse momento, outros dois também entraram no estabelecimento e anunciaram o assalto. Os assaltantes estavam armados de pistolas. Um quarto bandido ficou do lado de fora, dando cobertura aos comparsas.

Duas mulheres que faziam seus jogos também foram rendidas e ficaram sob a mira das armas. Depois de ouvir do gerente da lotérica que a combinação do cofre era desconhecida, os bandidos chutaram a porta do cofre diversas vezes. Acabaram fugindo com dinheiro, apostas prontas para ‘bolões’ e celulares. A quantia levada não foi divulgada.

Joalheria

Em 19 de julho, uma joalheria no Jacaré fora assaltada por dois homens – ambos usavam máscaras. Um dos bandidos abordou uma funcionária enquanto o outro foi recolhendo joias e relógios. A ação durou menos de cinco minutos. Nos dois crimes, ninguém ficou ferido.

As investigações sob a orientação do delegado Ruiter Martins, do 1o DP do Jacaré, seguem em andamento, para que outros integrantes do bando possam ser identificados e presos.

Fonte:

Receba as notícias de Cabreúva no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário